Escolha uma Página

Quando você passou a considerar que não era mais virgem? No momento que rolou masturbação com alguém? Quando penetrou algo pela primeira vez na sua vagina seja um dedo, absorvente interno ou pênis? Ou só depois que o hímem foi rompido?

Já ouvi muitos relatos de mulheres que só faziam sexo anal antes do casamento para não perder sua pureza, simmmm, já ouvi muitas vezes isso!!

Cada pessoa vai ter sua visão sobre virgindidade e está longe de ter uma definição exata, isso porque a virgindade não é simplesmente um conceito médico, mas sim envolve muitos fatores culturais e religiosos inclusive. Aqui estão cinco mitos comuns sobre a virgindade e o que você precisa saber para tomar sua decisão sobre o que realmente define virgindade para você:

1. O que é ser virgem para você? Primeiro ponto.

Algumas pessoas acham que a “perda” da virgindade acontece com a penetração de um pênis na vagina, enquanto outras argumentam que sexo oral, masturbação ou sexo anal contam também. Outros pensam que você não é mais virgem depois de ter tido seu primeiro orgasmo. Eu por exemplo tive cerca de 8 meses de preliminares antes de decidir ter minha primeira penetração, só depois disso deixei de me sentir virgem….

2. Qualquer tipo de penetração conta?

Então devemos considerar que se você nunca nem beijou mas precisou usar um creme com aplicador vaginal… precisou fazer um exame ginecológico interno ou decidiu usar seu primeiro absorvente interno para curtir o verão já deixaria de ser virgem…. estranho não é mesmo? Antes de eu decidir ter minha penetração vaginal já havia colocado os dedos internamente para me conhecer e mesmo assim me considerava virgem!

3. Você pode engravidar e contrair doenças mesmo sem penetração!

O caso de engravidar realmente é muitoooo mais raro, mas existe uma possibilidade sim… quem nunca teve uma prima que engravidou virgem? haha, eu tive! Já no caso das DSTs (atualmente conhecido como ISTs) é totalmente possível contrair basicamente todas com oral, masturbação e o esfrega esfrega nas genitais. Então tome cuidado sim mesmo se não houver penetração!

4. Sua ginecologista pode afirmar que você é virgem?

O hímen é um pedaço pequeno e fino de tecido que cobre parcialmente a abertura vaginal, muitas vezes (mas nem sempre) em forma de meia-lua. Durante a puberdade, o hímen se tornam mais elásticos pelo estrogênio e pode se romper sozinho, com o uso de um ob, ao colocar o dedo ou somente no caso de um parto vaginal Alias, não gosto muito do termo romper pois assim parece que ele funciona como um lacre, mas na verdade o hímen se alonga e grande parte da sua estrutura vai continuar dentro do canal vaginal. Uau, eu achava que ele tapava toda a entrada do canal vaginal!!!!! em raros casos até acontece… mas e ai, como passaria o sangue menstrual?

 5. Só deixo de ser virgem depois que sangrar?

Esse é um dos grandes mitos da virgindade, ficamos esperando que o rompimento do hímem doa e sangre, mas na realidade essa estrutura não possui vasos sanguíneos e terminações nervosas importantes. O que pode doer e sangrar na primeira penetração é o alongamento da musculatura do assoalho pélvico que muitas vezes está super tensa  além de uma lubrificação escassa que pode machucar a mucosa.

Acima de tudo esteja tranquila consigo mesma, deixar ou não de ser virgem indiferente do que você considera “virgindade” não te deixará mais ou menos pura ou merecedora de alguma coisa. Iniciar a vida sexual é um processo que deve ter considerado natural e que deve ser escolhido somente por você, não por pressão ou abuso.

Confira meu E-Book

Contatos

E-mail: vaginasemneura@vaginasemneura.com.br
Site: vaginasemneura.com.br
Porto Alegre - RS